Imagens como .jfif, vem dificultando quem navega pela internet e salva imagens no disco rígido tem vivido momentos difíceis.

Muitas imagens tem sido salvas como .webp ou .jfif, formatos que não são reconhecidos por muitos programas populares e tampouco são aceitos em algumas plataformas online de conteúdo.

O formato webP veio para ficar e alguns webmasters estão mesmo adotando-o de forma voluntária. A recomendação é esperar que os fabricantes de software e os donos das plataformas se adaptem a essa mudança.

Entretanto, o formato JFIF não é tão popular quanto você imagina. Na verdade, nem você, nem os webmasters, nem mesmo o seu navegador tem culpa por essa extensão ter sido “adotada” em larga escala na web. A culpa nesse caso é do Windows 10. Desde a Atualização dos Criadores, o sistema operacional passou a salvar por padrão qualquer imagem JPG com a extensão trocada.

Nesse caso, o MIME-TYPE definido para imagens JPEG explicita a extensão JFIF para o arquivo. Embora a Microsoft não tenha oferecido uma explicação para essa troca, essa é a uma mudança que pode ser facilmente revertida no registro.

Como sempre, é recomendada cautela ao se mexer no registro do sistema operacional, para evitar instabilidades. De posse desse alerta, navegue no registro até a chave HKEY_CLASSES_ROOT\MIME\Database\Content Type\image/jpeg.

O valor Extension certamente estará configurado para “.jfif”. Altere o dado para “.jpg”. Aperte OK e feche o Editor do Registro. Isso deverá corrigir o problema em todos os programas, navegadores e contextos dentro do sistema operacional, embora não reverta os arquivos .jfif que já tenham sido criados. Em outras palavras é possível que você tenha o aplicativo correto no seu PC, mas .jfif arquivos ainda não estão associados com ele.

Gostaria de saber mais sobre o assunto entre em contato conosco, somos especialista em serviços de redes de computadores em Cuiabá, analisaremos sua rede e mostraremos a melhor maneira para sua LAN funcionar perfeitamente.

Fonte: codigofonte

Share This